PARTICIPE. COM TRES CLIQUES!SEJA MAIS UM AMIGO

sábado, julho 24, 2010

A LUTA CONTINUA!

Diante dos últimos acontecimentos envolvendo a Policia Militar do Estado do Rio de Janeiro questões como falta de profissionalismo e corrupção policial volta a ocupar os telejornais e as paginas dos jornais.
A ação do nono Batalhão de Policia Militar (Rocha Miranda) em que uma criança perde a vida dentro da sala de aula foi uma ação em que apesar de desconhecermos suas motivações, em muito se difere das bem sucedidas operações que antecedem a ocupação pelas Unidades de Policia Pacificadoras, o que nos leva a perceber que a Policia carioca possui conhecimentos técnicos e profissionais para desenvolver operações destas envergaduras.
O fato envolvendo o motorista que atropelou um jovem e minutos após sua desastrosa ação foi liberado por uma dupla de Policiais Militares, aos quais lhe havia prometidos um valor em dinheiro, ação concluída na manha seguinte.
Inegavelmente esta ação e vexatória a toda Corporação, que trabalha diuturnamente nas ruas do Estado proporcionando a sensação de segurança fundamental para tranquilidade de toda população.
Fico com as palavras do Comandante Geral que afirma que este caso enche de tristeza a cada policial militar.
Contudo esses tristes eventos servem como motivação para continuarmos o trabalho de reaproximação da sociedade com a policia, de procurarmos adquirir conhecimento com objetivo de preparar nossos jovens profissionais para que a corporação ofereça uma serviço ainda de melhor qualidade.
A critica e saudável e inteligente, a generalização e pobre e burra!

3 comentários:

Edna Lima disse...

É relamente muito triste. Fica feio e vergonhoso para a polícia, o estado, o país.
E falta de confiança aumenta.
De um modo triste pra quem sofreu as perdas e irreparáveis. Mas tomara que ao sirva menos de um passo à frente, para o bom moralismo de todos.Um grande abraço amigo Jorge.Edna.

Anônimo disse...

Prezado Jorge,
percebemos o esforço enorme de uma parte da corporação em melhorar não somente o relacionamento com a sociedade mas, também mostrar a que veio.
Episódios como este nos envergonha, pois pertencemos ao corpo do Estado e temos o dever não somente de resguardar a sociedade como trabalhar para ela. Infelizmente ainda existem em todos os setores pessoas, que cmo estes policiais que envergonham nossa sociedade e demostram a fragilidade do corpo de profissionais da polícia do nosso Brasl. O episodio da escola municipal do município do Rio de Janeiro, que tinha tudo para dar certo, tornou-se um ato desastroso. O incidente com o jovem Rafael de Mascarenhas filho da atriz Cissa Guimarães mostrou mais um ato falho da polícia envolvendo suborno e corrupção, pois senão se tratasse de um filho cuja família atua na mídia, passavasse despercebido. Assim como, o caso em outro estado cujo um pai e seu filho transitavam pelas ruas de sua cidade e foram abordados de forma desastroza por políciais que mancham a nossa polícia. Tudo isso é lamentável e o pior é que ainda estamos longe de extirpar de nossa polícia essa gente. Percebemos que muito ainda há para ser feito amigo. Temos que nos preocupar em formar melhor esses profissionais, ou seja, formar pessoas desde a masis tenra idade. Só assim desconstruiremos a imagem negativa de nosso país em todos os setores...
Um abraço em seu coração ferido, grande amigo.

Cacau Loureiro disse...

Sou crítica ferrenha das ações do governo ineficazes e destituídas do verdadeiro interessa na mudança para melhor, infelizmente ainda nos dias de hoje vivemos a barbárie; qualquer dias desses acharemos normal alguém se alimentar de outro ser humano. Amigo JORGE, estamos longe da civilidade, bom pensar que ainda existam pessoas que estão dispostas a mudar este estado de coisas... mas às vezes a vida é curta demais para vermos as mudanças. Forte abraço!